Categorias
Heitor Freire

E o Amanhã?

A vida, sem dúvida, é uma grande escola. Nela, todos aprendemos diariamente. Muitos não se dão conta da oportunidade e de como é importante aproveitar os momentos que ela nos proporciona.

Mas, para isso, é preciso estar presente no que está acontecendo a cada momento. Esse ensinamento não acontece de uma hora para outra. As diversas situações que vivemos, em geral causadas por nós mesmos, são os meios de que dispomos para buscar o entendimento.

Sobre a questão de estar presente no aqui e agora, quando comecei a perceber a diferença que se manifestou em mim com sua prática, verifiquei que se abriu um entendimento fantástico, que de imediato aceitei e continuei a praticar.

De repente, a passagem do tempo deixou de ter tanta importância. O passado deixa de existir e o futuro, de nos angustiar. E a mente, utilizada em sua plenitude quando deixamos de lado as armadilhas do ego, é um instrumento realizador de nossos anseios.

O despertar proporcionado pelo poder do agora aprofundou meu autoconhecimento, valorizando e enriquecendo o momento atual, o local verdadeiro onde tudo acontece.

A ilusão trazida pelo ego se desfaz. A vida se torna mais leve. O sentimento prevalece. Os problemas criados pelo ego precisam de tempo para sobreviver.  Eles não conseguem permanecer na atualidade do agora.

Focalizando a atenção no presente, deixamos de ser dominados pelo ego e nos livramos do seu poderio. O ego nos inunda com uma infinidade de pensamentos simultâneos que nos trazem ansiedade, para nos distrair e não percebermos o infinito poder do agora.

“A vida da maioria das pessoas está dirigida pelo desejo e pelo medo. O desejo é a necessidade de acrescentar algo para ser você mesmo, mais plenamente. Todo medo é o medo de perder algo, e, portanto, de sentir-se reduzido e de ser menos do que se é. Esses dois movimentos escurecem o fato de que o Ser não pode ser dado nem tirado. O Ser já está em você, em toda sua plenitude, agora” (Eckart Tolle).

Como o Pequeno Príncipe nos lembrou: “Só se vê bem com o coração; o essencial é invisível aos olhos.” (Saint Exupèry)

“O Paraíso é onde estou.” (Voltaire)

“A verdadeira felicidade é aproveitar o presente, sem a dependência ansiosa do futuro.” (Sêneca)

Uma das grandes ilusões criada para engambelar a humanidade foi o tal do amanhã. Amanhã será outro dia. Amanhã tudo vai melhorar. E a gente embarca nessa grande ilusão. O amanhã não chega nunca. Quando começa o outro dia, já é hoje de novo.

Alguém já viveu o futuro? Já conheceu o futuro? Outra ilusão, para nos tirar da única realidade possível: o hoje. Eckhart Tolle, em seu livro Aqui e agora, que vendeu milhões de exemplares em todo o mundo, mostra com muita clareza e simplicidade a importância de estar presente.

O que se sabe, com certeza, em relação ao futuro, é a chegada da morte. Tudo o mais é pura especulação, ilusão e falsidade para nos tirar do único momento em que a vida acontece: agora.

Assim, vamos deixar o amanhã para amanhã. Que nunca vai chegar.

Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis e advogado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *