Categorias
Heitor Freire

E Então…???

Em todo o mundo há somente duas espécies de pessoas:

as que sabem e as que não sabem.

(Krishnamurti, em Aos pés do Mestre).

Todos os seres humanos são curiosos; todos nos sentimos atraídos pelo mistério. Seja por medo do desconhecido ou por buscar um significado naquilo que nos intriga. É a  constante busca do homem, para melhorar a si mesmo e à sociedade em geral. E isto se manifesta por meio do autoconhecimento.

Deus disse a Moisés que ele colocou seu mandamento no coração e na palavra do homem (Dt 31, 11-14). Esse conhecimento nos mostra o verdadeiro caminho: a busca no interior de nós mesmos, que nos dará o norte para o nosso aprimoramento constante. É mais uma confirmação de que o caminho é interior, dentro de nós, e não do lado de fora. É por dentro que iremos encontrar o verdadeiro significado da evolução. Através da meditação e da prática constante.

Então, que nossos pensamentos e sentimentos sejam sempre luminosos! Nós estamos aqui por um bom motivo. Cada dia é uma nova bênção e fonte de um eterno recomeço. Mas jamais descobriremos isso apenas pela via racional. Nem com o passar dos anos na carne; e nem com todo o conhecimento do mundo. Uma parte de nós sabe e compreende o mistério. Sim, aquela parte que habita em nossos corações. Aquela que é a verdadeira essência.  A fonte. A origem.

Para os místicos, o autoconhecimento é o termo mais misterioso e secreto que se conhece, a verdadeira palavra-passe ou o “Abre-te Sésamo” para o “Mundo Oculto dos Deuses” ou dos “Homens Semi-Deuses”.

Tudo na vida tem um propósito. Nada acontece por acaso. Entender isso proporciona uma libertação. Se há um propósito, para que possamos compreendê-lo temos que buscá-lo.

Qual é então o propósito, por exemplo, do Covid-19? Essa grande pandemia nos deixou atônitos e perplexos pela sua capacidade planetária de disseminação. Sem disparar um tiro, revolucionou o mundo todo.

Por quê?  Ou melhor, para quê?

No meu entendimento, ela veio para balançar o ser humano, para sacudi-lo, tirá-lo dessa letargia que nos envolvia, só preocupados com nossos umbigos, deixando de olhar para o próximo. A humanidade está colhendo o que plantou nos últimos séculos. Não tem como se esconder, a pandemia atinge a todos, sem distinção de riqueza, de sexo, de religião, de raça.

“Se correr o bicho pega; se ficar o bicho come”, diz o ditado popular. Não tem solução? Tem sim: se orar, o bicho some. A oração é o grande e único instrumento à nossa disposição para mudarmos tudo. Isso nos foi dito desde o princípio. No entanto, não atendemos por preguiça, por comodismo, por acharmos que tudo é assim mesmo e principalmente, por não querer entender.

A obra de Jesus, que marcou a história ocidental em antes e depois de seu nascimento, imortalizou seus ensinamentos e desde então vem moldando o comportamento humano.

Dentre os variados talentos com que Deus nos dotou, um é comum a todos: a inteligência. Mas ela depende da consciência de cada pessoa. Assim, cabe a cada um desenvolver sua inteligência, levando-a a patamares que serão utilizados de forma individual. Enriquecendo e libertando a quem souber utilizá-la.

Então, tem solução.

O que você sabe não tem nenhum valor;
o valor está no que você faz com o que você sabe. 

(Princípio da Filosofia Kung Fu).

Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis e advogado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *