Área restrita



Quem está online

Nós temos 12 visitantes online
Da fé PDF Imprimir E-mail
Escrito por Heitor Freire   
Seg, 26 de Agosto de 2019 18:16

A maioria de nós, seres humanos, vive preocupada com o dia de amanhã. Trabalhamos de sol a sol para constituir um patrimônio para amparar nossa velhice e prover nossa família, mas muitas vezes, isso pode se tornar objeto de disputa, de desavenças familiares, provocando um efeito contrário ao que pretendíamos. Na verdade, a melhor herança que podemos deixar e que se perpetua no tempo, é o exemplo, que se registra na mente e no coração dos familiares, onde a ferrugem não corrói nem a traça rói.

 
A vida como ela é; PDF Imprimir E-mail
Escrito por Heitor Freire   
Ter, 20 de Agosto de 2019 23:17
A VIDA COMO ELA É
No meu entendimento e experiência, é claro.
A vida, essa oportunidade infinita de possibilidades, com uma profundidade maior que a dos oceanos, é o instrumento com que Deus nos dotou para que cada um possa fazer sua parte na construção do seu ser.
A partir do momento em que entendemos que devemos buscar sinceramente o autoconhecimento com coragem para descobrir quem somos verdadeiramente, se inicia um processo interminável que só cessará quando atingirmos a perfeição.
Assim despertamos um sentimento de confiança que ilumina o caminho e alimenta a jornada. Assumimos a responsabilidade com a certeza de que dependemos de nós mesmos, acima de tudo. É o alvorecer da independência!
As dificuldades desaparecem pela consciência de que devemos olhar para dentro e deixar de nos comparar com as outras pessoas. O ciúme, a inveja, a condenação desaparecem por encanto. Buscando sempre as soluções sem potencializar os problemas.
Não há mais tempo para reclamação. A gratidão emerge como um bálsamo a ungir nossas vidas e promove o despertar que nos inspira e incentiva a continuar porque entendemos que somos eternos e a nossa caminhada é num campo de luz permanente.
Descobrimos que a vida acontece aqui e agora. O futuro é apenas uma realização que acontecerá naturalmente porque decorre das nossas ações de hoje. Desaparece a ambição de querer cada vez mais, de possuir bens e propriedades, de acumular, de dominar as pessoas, entendendo que todos somos irmãos e companheiros de jornada.
Nasce também o respeito pela natureza, irradiando suas vibrações para enriquecer o meio ambiente, nosso trabalho, nossa família, contribuindo para o bem estar geral.
O amor desperta no seu sentido mais puro e se transforma num sentimento de harmonização, de completude, de integração, de gratidão, de compartilhamento. Surge a consciência da ligação com Deus, sem intermediários, e do significado do trabalho de cada um, não há mais necessidade de religião, de cultos, acontece a ligação verdadeira com o Mentor de cada um.
Quando passamos a olhar e a respeitar nossas mulheres como seres verdadeiros, indispensáveis e indissociáveis das nossas vidas, companheiras alegres com uma inteligência e intuição superiores à nossa que nos completam e nós a elas, sem competirmos e sem rivalidades inúteis.
Desaparece completamente o medo, o orgulho, o egoísmo, vence-se completamente o ego, não se adia mais nada; enfim, acontece algo maravilhoso que nos mostra a riqueza da vida como ela é e a importância de estarmos aqui, de sermos filhos de Deus.
Passamos a compreender que todos somos irmãos e que as circunstâncias que nos separaram como a religião, a política e o dinheiro são apenas circunstâncias e não refletem nossa essência verdadeira.
Entendemos que devemos aceitar o que não podemos mudar e mudar o que não podemos aceitar, praticando a paciência (= paz + ciência), relaxando e meditando para nos unirmos a Deus.
Enfim, tudo muda e passamos a ver e sentir a vida como uma dádiva de Deus e que deve ser desfrutada em toda a sua plenitude.
Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis e advogado.

No meu entendimento e experiência, é claro.

A vida, essa oportunidade infinita de possibilidades, com uma profundidade maior que a dos oceanos, é o instrumento com que Deus nos dotou para que cada um possa fazer sua parte na construção do seu ser.

 
Da frustração PDF Imprimir E-mail
Escrito por Heitor Freire   
Seg, 12 de Agosto de 2019 16:25
Da frustração
A frustração é um sentimento que decorre de uma série de insatisfações que vão se acumulando ao longo da vida e que, quando não é detectada, vai se somando até chegar a um ponto que se torna insuportável.
Nasce da incapacidade de realizar sonhos, muitas vezes, ainda na idade madura. Ter uma postura negativa perante a vida decorre dessa influência que as pessoas se permitem aceitar, porque seguem procurando o que há de ruim no entorno. É a programação mental que assola muita gente.
Quando nós acordamos para o verdadeiro sentido da vida, começa um despertar que, aos poucos, vai nos fortalecendo interiormente e, em consequência, nos libertando desse sentimento negativo.
Travis Bradberry, autor premiado na área de inteligência emocional e estudioso do comportamento humano, ensina três truques para vencer a frustração: “uma programação refinada por milênios de evolução natural: o primeiro é compreender que a visão negativa não é verdadeira. Há uma tendência a exagerar os próprios defeitos e  achar que essas ideias não irão embora, mas devemos lembrar que são apenas ideias pioradas por cada um. E que não são a verdade.
O segundo truque é buscar algo de bom em cada dia. Nos dias ruins é difícil. Mas pare, pense, basta um minuto. Pensar em algo que vai bem já muda a atitude mental. E por último, ser grato. Buscando diariamente o exercício da gratidão, listando os itens pelos quais devemos ser gratos; não apenas porque é o certo. No momento em que se vivencia a gratidão, o cortisol, hormônio do estresse, é imediatamente reduzido. São três truques diários que fazem a diferença”.
Aí está uma fórmula verdadeira e que funciona mesmo!
Outro ponto que alimenta a frustração é a distração pela qual a mente começa a divagar por vários caminhos, sem conseguir manter o foco. O relaxamento que se consegue por meio de uma respiração consciente e profunda quebra a continuidade da distração, e acaba gerando um ciclo virtuoso.
Para a psicologia, a frustração é um sentimento de privação de uma satisfação primordial. É uma síndrome que apresenta sintomas diversos, todos ligados à desestruturação emocional que ocorre em diferentes níveis, por diversas causas e que acarreta muitas consequências.
Em certos casos, o que atrapalha é a impaciência e a ansiedade. O exagero também causa frustração porque nem sempre as coisas acontecem no tempo e na forma esperada.
Quando se aceita a realidade, a frustração desaparece naturalmente. A aceitação é uma
prática que deveria ser estudada e aplicada constantemente. Aprendendo que nada acontece por acaso, já vamos aceitando os acontecimentos e assim mudando nossa atitude mental, de negativa para positiva.
Outro acontecimento que gera frustração é a morte. Principalmente de um parente próximo que tinha muitos planos e, de repente, morre. A morte não manda avisos, ela chega e pronto. Acabou-se o que era doce. Acabou-se em termos, porque a morte faz parte da vida e não significa aniquilamento, pois somos imortais. Cada um que morre, deixa uma herança – nem sempre material –, uma semente que se multiplica nos descendentes e nos que conviveram juntos. A visão universal, que dá um sentido maior à vida, é um antídoto contra a morte.
Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis e advogado

Da frustração
A frustração é um sentimento que decorre de uma série de insatisfações que vão se acumulando ao longo da vida e que, quando não é detectada, vai se somando até chegar a um ponto que se torna insuportável.
Nasce da incapacidade de realizar sonhos, muitas vezes, ainda na idade madura. Ter uma postura negativa perante a vida decorre dessa influência que as pessoas se permitem aceitar, porque seguem procurando o que há de ruim no entorno. É a programação mental que assola muita gente.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 119

Redes sociais

Facebook 
Hjemmeside Wildberry Telefoni Internet