Área restrita



Quem está online

Nós temos 7 visitantes online
INTERDEPENDÊNCIA PDF Imprimir E-mail
INTERDEPENDÊNCIA
Ao longo da história o ser humano foi criando sistemas, normas, leis, regimentos, filosofias, religiões, etc., para procurar organizar a vida, orientar e sistematizar a sua trajetória.
E assim, pensa que tudo é fruto de sua cabeça, de sua imaginação, de sua mente, procurando, em função disso, criar mecanismos para proteger e defender seus “direitos autorais”.
Na realidade, o ser humano não cria nada. Quem cria tudo é Deus, que não assina nenhuma de suas obras, a começar pelo próprio homem. O homem recebe tudo por inspiração do Criador, e poucas vezes volta-se para agradecer a oportunidade que lhe é concedida para participar do projeto divino.
Na sua imensa e infinita arquitetura, ao dar vida ao homem, Deus elaborou um plano perfeito: a interdependência entre os órgãos que compõem o corpo humano. Todos dependem de todos. Não há um só órgão que tenha vida independente, que não dependa dos outros.
No campo das teorias econômicas, Cournot ( Antoine Augustin Cournot – 1801/1877), matemático e economista francês, em 1838 formulou, uma tese de que a interdependência econômica é uma consequência da especialização (ou da divisão do trabalho), e é uma lei  quase universal. Assim diz a tese:
“Na realidade, o sistema econômico é um todo do qual as partes estão conectadas e reagem umas sobre as outras. Um aumento na renda dos produtores de uma mercadoria irá afetar a demanda por comodidades B, C, etc, e os rendimentos dos seus produtores, e, por sua reação muda a demanda por comodidades A”.
A interdependência, é encontrada nos grandes líderes, literalmente fazendo todo o trabalho em equipe. Ela visa o bem estar do grupo, não apenas o sucesso individual, buscando soluções em conjunto, trabalhando de acordo com informações e sugestões.
Neste aspecto está o maior valor do líder, a influência, que não apenas remete à autoridade, mas também à credibilidade e ao prestigio.  O líder interdependente consegue que todo o grupo e empresa trabalhem pelo poder de uma palavra branda, consegue motivar sua equipe através do exemplo.
Ao pensar no imenso impacto que pequenos gestos podem causar, chega-se à conclusão de que cada pequeno ato é importante. Essa é a relação de interdependência: a consciência de que o todo não depende de um único indivíduo. E cada indivíduo depende do todo.
Sendo assim, podemos dizer: a interdependência pode ser compreendida em termos da mútua dependência que existe entre as partes e o todo. Sem as partes, não pode haver o todo e, sem o todo, o conceito de parte não tem sentido.
O que nos leva ao primeiro dos sete princípios herméticos (formulados por Hermes Trimegisto, rei, sacerdote e juiz, do Egito antigo): “O Todo é mente, o Universo é Mental”. Tudo e todos que existem de visível ou oculto funcionam porque fazem parte de um todo. Tudo faz parte da criação de uma mente onipresente, tudo faz parte de um poder total.
O que nos remete de novo ao início, a Deus, o Supremo Criador do Universo.
Para finalizar, os demais princípios herméticos são: da correspondência, da vibração, da polaridade, do ritmo, do gênero e da causalidade. São princípios, e como tal, imutáveis.
Heitor Freire – Corretor de imóveis e advogado.

Ao longo da história o ser humano foi criando sistemas, normas, leis, regimentos, filosofias, religiões, etc., para procurar organizar a vida, orientar e sistematizar a sua trajetória.

E assim, pensa que tudo é fruto de sua cabeça, de sua imaginação, de sua mente, procurando, em função disso, criar mecanismos para proteger e defender seus “direitos autorais”.

Na realidade, o ser humano não cria nada. Quem cria tudo é Deus, que não assina nenhuma de suas obras, a começar pelo próprio homem. O homem recebe tudo por inspiração do Criador, e poucas vezes volta-se para agradecer a oportunidade que lhe é concedida para participar do projeto divino.

Na sua imensa e infinita arquitetura, ao dar vida ao homem, Deus elaborou um plano perfeito: a interdependência entre os órgãos que compõem o corpo humano. Todos dependem de todos. Não há um só órgão que tenha vida independente, que não dependa dos outros. 

No campo das teorias econômicas, Cournot ( Antoine Augustin Cournot – 1801/1877), matemático e economista francês, em 1838 formulou, uma tese de que a interdependência econômica é uma consequência da especialização (ou da divisão do trabalho), e é uma lei  quase universal.

Assim diz a tese:   “Na realidade, o sistema econômico é um todo do qual as partes estão conectadas e reagem umas sobre as outras. Um

aumento na renda dos produtores de uma mercadoria irá afetar a demanda por comodidades B, C, etc, e os rendimentos dos seus produtores, e, por sua reação muda a demanda por comodidades A”. 

A interdependência, é encontrada nos grandes líderes, literalmente fazendo todo o trabalho em equipe. Ela visa o bem estar do grupo, não apenas o sucesso individual, buscando soluções em conjunto, trabalhando de acordo com informações e sugestões.

Neste aspecto está o maior valor do líder, a influência, que não apenas remete à autoridade, mas também à credibilidade e ao prestigio.  O líder interdependente consegue que todo o grupo e empresa trabalhem pelo poder de uma palavra branda, consegue motivar sua equipe através do exemplo.  

Ao pensar no imenso impacto que pequenos gestos podem causar, chega-se à conclusão de que cada pequeno ato é importante. Essa é a relação de interdependência: a consciência de que o todo não depende de um único indivíduo. E cada indivíduo depende do todo. 

Sendo assim, podemos dizer: a interdependência pode ser compreendida em termos da mútua dependência que existe entre as partes e o todo. Sem as partes, não pode haver o todo e, sem o todo, o conceito de parte não tem sentido. 

O que nos leva ao primeiro dos sete princípios herméticos (formulados por Hermes Trimegisto, rei, sacerdote e juiz, do Egito antigo): “O Todo é mente, o Universo é Mental”. Tudo e todos que existem de visível ou oculto funcionam porque fazem parte de um todo. Tudo faz parte da criação de uma mente onipresente, tudo faz parte de um poder total. 

O que nos remete de novo ao início, a Deus, o Supremo Criador do Universo.

Para finalizar, os demais princípios herméticos são: da correspondência, da vibração, da polaridade, do ritmo, do gênero e da causalidade. São princípios, e como tal, imutáveis.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Redes sociais

Facebook 
Hjemmeside Wildberry Telefoni Internet