Área restrita



Quem está online

Nós temos 38 visitantes online
Hic et nunc PDF Imprimir E-mail
HIC ET NUNC
Neste mundo em que vivemos, acossados por circunstâncias exigentes que nos obrigam a tomar decisões rápidas, é muito comum nos vermos pressionados pelo passado ou pela expectativa do futuro, e por isso deixamos de viver no único momento em que tudo acontece: o presente.
O genial John Lennon, que nos brindou com tiradas inteligentes, definiu bem essa ideia, numa frase antológica: “A vida é aquilo que passa enquanto estamos fazendo planos”.
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer – nos ensinou também Geraldo Vandré.
Entre as diversas filosofias que compõem o universo do pensamento, existe uma, o existencialismo, que prega a liberdade das pessoas ressaltando a responsabilidade de cada um.
Para a filosofia existencialista, o homem é responsável por seus atos, tendo que arcar com as consequências, sejam quais forem. O homem na sua fragilidade finita, de acordo com essa filosofia, se manifesta na sua individualidade, em um tempo nunc e um espaço hic finitos.
Hic et nunc é uma expressão latina que significa literalmente "aqui e agora". Hic et nunc designa o imediatismo, a recusa da espera, do desvio e da frustração. Hic et nunc é o lema do desejo imperativo de satisfação.
“Sou eu o hic et nunc em que se apóia toda a realidade objetiva. E por mais despojada que ela seja, meu conhecimento fica sempre ligado a meu ponto de vista. Por mais que eu queira deixar de ser o centro, nunca posso me colocar do ponto de vista de Sírius, que seria o único e o verdadeiro”. (Karl Jaspers, segundo Mikel Dufrenne e Paul Ricoeur em Karl Jaspers et la Philosophie de l’Existence. Paris: Editions du Seuil. Excerto de um trecho publicado na Folha de S.Paulo, 16 abril 1978).
Ou seja, devemos sempre viver o aqui e o agora, que é o momento em que tudo acontece. Nessa mesma linha, o pensamento de Eckhart Tolle – pseudônimo de Ulrich Leonard Tolle, escritor e conferencista alemão, residente no Canadá, conhecido como autor de best sellers sobre iluminação espiritual – encontra ressonância em muitas filosofias orientais, como o budismo – que ensina que a vida é somente um ponto. Seu livro mais conhecido é O Poder do Agora.
Esse, afinal, é o principal argumento de Tolle em seu livro: ao focarmos no momento presente, estamos desfrutando do melhor da vida ao mesmo tempo em que construímos nosso futuro.
Da maneira tradicional, nós sempre focamos no futuro, esperando que tudo um dia esteja bem, enquanto vamos perdendo o que acontece no momento presente, o único que existe em nossas vidas.
Listo abaixo mais algumas citações importantes que fortalecem este argumento:
“Só existem dois dias no ano em que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”(Dalai Lama).
Um dos poemas mais famosos de Charles Chaplin, que nos oferece uma fabulosa lição sobre o crescimento pessoal, começa assim: “Quando me amei de verdade, eu realmente entendi que, em qualquer circunstância, diante de qualquer pessoa e situação, eu estava no lugar certo e no momento exato. Foi então que eu pude relaxar. Hoje eu sei que isso tem um nome: autoestima”.
“Só existe um lugar: Aqui. Só existe um tempo: Agora”(Osho).
“O Paraíso é onde estou” (Voltaire).
“A verdadeira felicidade é aproveitar o presente, sem a dependência ansiosa do futuro” (Sêneca).
Como veem, caros leitores, estamos em boa companhia. Então vivamos o agora in-tem-as-men-te.
Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis e advogado.

Neste mundo em que vivemos, acossados por circunstâncias exigentes que nos obrigam a tomar decisões rápidas, é muito comum nos vermos pressionados pelo passado ou pela expectativa do futuro, e por isso deixamos de viver no único momento em que tudo acontece: o presente.

O genial John Lennon, que nos brindou com tiradas inteligentes, definiu bem essa ideia, numa frase antológica: “A vida é aquilo que passa enquanto estamos fazendo planos”.

Quem sabe faz a hora, não espera acontecer – nos ensinou também Geraldo Vandré.

Entre as diversas filosofias que compõem o universo do pensamento, existe uma, o existencialismo, que prega a liberdade das pessoas ressaltando a responsabilidade de cada um.Para a filosofia existencialista, o homem é responsável por seus atos, tendo que arcar com as consequências, sejam quais forem. O homem na sua fragilidade finita, de acordo com essa filosofia, se manifesta na sua individualidade, em um tempo nunc e um espaço hic finitos.

Hic et nunc é uma expressão latina que significa literalmente "aqui e agora". Hic et nunc designa o imediatismo, a recusa da espera, do desvio e da frustração. Hic et nunc é o lema do desejo imperativo de satisfação.

“Sou eu o hic et nunc em que se apóia toda a realidade objetiva. E por mais despojada que ela seja, meu conhecimento fica sempre ligado a meu ponto de vista. Por mais que eu queira deixar de ser o centro, nunca posso me colocar do ponto de vista de Sírius, que seria o único e o verdadeiro”. (Karl Jaspers, segundo Mikel Dufrenne e Paul Ricoeur em Karl Jaspers et la Philosophie de l’Existence. Paris: Editions du Seuil. Excerto de um trecho publicado na Folha de S.Paulo, 16 abril 1978).

Ou seja, devemos sempre viver o aqui e o agora, que é o momento em que tudo acontece. Nessa mesma linha, o pensamento de Eckhart Tolle – pseudônimo de Ulrich Leonard Tolle, escritor e conferencista alemão, residente no Canadá, conhecido como autor de best sellers sobre iluminação espiritual – encontra ressonância em muitas filosofias orientais, como o budismo – que ensina que a vida é somente um ponto. Seu livro mais conhecido é O Poder do Agora. 

 Esse, afinal, é o principal argumento de Tolle em seu livro: ao focarmos no momento presente, estamos desfrutando do melhor da vida ao mesmo tempo em que construímos nosso futuro. Da maneira tradicional, nós sempre focamos no futuro, esperando que tudo um dia esteja bem, enquanto vamos perdendo o que acontece no momento presente, o único que existe em nossas vidas.

Listo abaixo mais algumas citações importantes que fortalecem este argumento: “Só existem dois dias no ano em que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”(Dalai Lama).

Um dos poemas mais famosos de Charles Chaplin, que nos oferece uma fabulosa lição sobre o crescimento pessoal, começa assim: “Quando me amei de verdade, eu realmente entendi que, em qualquer circunstância, diante de qualquer pessoa e situação, eu estava no lugar certo e no momento exato. Foi então que eu pude relaxar. Hoje eu sei que isso tem um nome: autoestima”.

“Só existe um lugar: Aqui. Só existe um tempo: Agora”(Osho).

“O Paraíso é onde estou” (Voltaire). 

“A verdadeira felicidade é aproveitar o presente, sem a dependência ansiosa do futuro” (Sêneca).

Como veem, caros leitores, estamos em boa companhia. Então vivamos o agora in-ten-sa-men-te.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Redes sociais

Facebook 
Hjemmeside Wildberry Telefoni Internet