Categorias
Geral

As crianças aprendem o que vivenciam

1 de 21
Fwd: [Pais Luz de Maria] As crianças aprendem o que vivenciam
Entrada
x
Thaís Escobar
13:26 (21 horas atrás)
para Heitor, mim, rosariaefreire, Valéria, Andréa, Raquel, alessandra, Flávia
O que as nossas crianças estão aprendendo? Peço auxílio de vocês, querida família, para que eu possa enxergar o que a Maria Luiza vem vivenciando.
Abs,
Thaís
———- Mensagem encaminhada ———-
De: lenirce <lenirce@uol.com.br>
Data: 10 de setembro de 2012 11:11
Assunto: [Pais Luz de Maria] As crianças aprendem o que vivenciam
Cc: Leacir Furuya <leacirfuruya@hotmail.com>, Lairce Furuya <laircefuruya@hotmail.com>
AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE VIVENCIAM
Se as crianças vivem ouvindo críticas, aprendem a condenar.
Se convivem com a hostilidade, aprendem a brigar.
Se vivem com medo, aprendem a ser medrosas.
Se convivem com a pena, aprendem a ter pena de si mesmas.
Se vivem sendo ridicularizadas, aprendem a ser tímidas.
Se convivem com a inveja, aprendem a invejar.
Se vivem com vergonha, aprendem a sentir culpa.
Se vivem sendo incentivadas, aprendem a ter confiança em si mesmas.
Se as crianças vivenciam a tolerância, aprendem a ser pacientes.
Se vivenciam os elogios, aprendem a apreciar.
Se vivenciam a aceitação, aprendem a amar.
Se vivenciam a aprovação, aprendem a gostar de si mesmas.
Se vivenciam o reconhecimento, aprendem que é bom ter um objetivo.
Se vivem partilhando, aprendem o que é generosidade.
Se convivem com a sinceridade, aprendem a veracidade.
Se convivem com a eqüidade, aprendem o que é justiça.
Se convivem com a bondade e a consideração, aprendem o que é respeito.
Se vivem com segurança, aprendem a ter confiança em si mesmas e naqueles que as cercam.
Se as crianças convivem com a afabilidade e a amizade, aprendem
que o mundo é um bom lugar para se viver.

AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE VIVENCIAM 

Dorothy Law Nolte e Raachel Harris

Se as crianças vivem ouvindo críticas, aprendem a condenar.


Se convivem com a hostilidade, aprendem a brigar.


Se vivem com medo, aprendem a ser medrosas.


Se convivem com a pena, aprendem a ter pena de si mesmas.


Se vivem sendo ridicularizadas, aprendem a ser tímidas.


Se convivem com a inveja, aprendem a invejar.


Se vivem com vergonha, aprendem a sentir culpa.


Se vivem sendo incentivadas, aprendem a ter confiança em si mesmas.


Se as crianças vivenciam a tolerância, aprendem a ser pacientes.


Se vivenciam os elogios, aprendem a apreciar.


Se vivenciam a aceitação, aprendem a amar.


Se vivenciam a aprovação, aprendem a gostar de si mesmas.


Se vivenciam o reconhecimento, aprendem que é bom ter um objetivo.


Se vivem partilhando, aprendem o que é generosidade.


Se convivem com a sinceridade, aprendem a veracidade.


Se convivem com a eqüidade, aprendem o que é justiça.


Se convivem com a bondade e a consideração, aprendem o que é respeito.


Se vivem com segurança, aprendem a ter confiança em si mesmas e naqueles que as cercam.


Se as crianças convivem com a afabilidade e a amizade, aprendem que o mundo é um bom lugar para se viver
.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *