Categorias
Heitor Freire

Feliz Ano Novo

FELIZ ANO NOVO
Nesta época, naturalmente, os espíritos se desarmam, aflora o sentimento de união, de amor, de alegria e de promessas que realçam o desejo dominante da maioria da população.
Surgem mensagens cantando o novo ano com suas expectativas de que tudo vai ou pode mudar. Para que isso aconteça, na realidade, depende de cada um. Pesquisando acabei encontrando dois tesouros: O Código de Manu e uma mensagem da Adote Cia. Teatral Ator Domingos Terras, que apresento a seguir.
O Código de Manu situa-se, aproximadamente, no ano 1000 a. C. Foi escrito em sânscrito e é tido como a legislação mais antiga da Índia.  Manu foi um personagem mítico, considerado “Filho de Brahma e Pai dos Homens”. Os hindus possuíam quatro livros sagrados, os chamados Livros Sagrados dos Vedas, sendo que o Código de Manu era o mais antigo, dividindo-se em Religião, Moral e Leis Civis. Do Código composto por doze livros, selecionei dois, o quarto e o décimo segundo, cujo conteúdo está resumido para melhor entendimento e avaliação:
Livro quarto – Ratifica, como de fundamental importância, o princípio de que qualquer meio de subsistência é bom se não prejudica, ou prejudica o menos possível, os outros seres humanos, e ensina de que maneira, honesta e honrosa, se pode procurar como e do que viver.
Livro décimo segundo – Enfoca a recompensa suprema das ações humanas. Aquele que faz o bem terá o bem eterno nas várias transmigrações de sua alma; o que faz o mal receberá a devida punição nas futuras encarnações. As transmigrações da alma são detalhadamente previstas e descritas. Tanto em bem quanto em mal, até que a alma chegue à perfeita purificação e, em consequência, possa ser reabsorvida por Brahma.
E a mensagem da Adote Cia. Teatral Ator Domingos Terras:
Gosto do ar de otimismo de fim de ano,
Da esperança renovada, mas acredito no ditado popular que diz
“Se continuarmos fazendo o que sempre fizemos,
Continuaremos obtendo o que sempre obtivemos”.
A pessoa que inventou essa história de ano novo era um gênio.
Deu-nos a oportunidade de começar tudo de novo,
De tentar fazer melhor do que fizemos no ano anterior.
Os seres humanos têm a opção de fazer escolhas,
Por isso precisamos aproveitar esse momento de planejar
O novo ano fazendo as melhores escolhas,
Aquelas que podem trazer os mais saborosos frutos para nossa vida.
É sabido que o que colhemos é resultado do que plantamos,
Por isso é preferível amar a odiar, perdoar a ofender,
Compreender a discordar, sorrir a chorar.
Assim, provavelmente, colheremos amor, perdão, compreensão e sorrisos.
Muitas pessoas ficam esperando as oportunidades chegarem,
Mas para ser um verdadeiro vencedor é preciso também assumir riscos, realizar.
Claro que com cautela, sem precipitações.
Assim no próximo final de ano comemoraremos os resultados obtidos,
Não nos justificaremos como os perdedores fazem.
Precisamos ver a passagem do tempo como uma conquista.
Também é preciso não se arrepender das coisas que deixamos de fazer.
Por isso, tome a iniciativa, não espere muito, assuma.
Não se omita.
Faça, mesmo errando.
Domine o comodismo, aprenda com os insucessos.
Arrisque, para conseguir algo novo.
Seja entusiasmado com a vida,
Acredite na sua capacidade de transformar a realidade.
Não espere saber tudo para agir.
A própria ação desenvolve o saber.
Passe do plano das lamentações para o plano da ação.
Que seu final de ano seja de paz e muitas alegrias em seu coração.
Prosperidade e muitas realizações!
Que o divino e amado mestre JESUS te abençoe neste novo ano.
Um Feliz e Verdadeiro Ano Novo para todos.
Heitor Freire – Corretor de imóveis e advogado.

Nesta época, naturalmente, os espíritos se desarmam, aflora o sentimento de união, de amor, de alegria e de promessas que realçam o desejo dominante da maioria da população.Surgem mensagens cantando o novo ano com suas expectativas de que tudo vai ou pode mudar. Para que isso aconteça, na realidade, depende de cada um.

Pesquisando acabei encontrando dois tesouros: O Código de Manu e uma mensagem da Adote Cia. Teatral Ator Domingos Terras, que apresento a seguir.

O Código de Manu situa-se, aproximadamente, no ano 1000 a. C. Foi escrito em sânscrito e é tido como a legislação mais antiga da Índia.  Manu foi um personagem mítico, considerado “Filho de Brahma e Pai dos Homens”. Os hindus possuíam quatro livros sagrados, os chamados Livros Sagrados dos Vedas, sendo que o Código de Manu era o mais antigo, dividindo-se em Religião, Moral e Leis Civis. Do Código composto por doze livros, selecionei dois, o quarto e o décimo segundo, cujo conteúdo está resumido para melhor entendimento e avaliação:

Livro quarto – Ratifica, como de fundamental importância, o princípio de que qualquer meio de subsistência é bom se não prejudica, ou prejudica o menos possível, os outros seres humanos, e ensina de que maneira, honesta e honrosa, se pode procurar como e do que viver.

Livro décimo segundo – Enfoca a recompensa suprema das ações humanas. Aquele que faz o bem terá o bem eterno nas várias transmigrações de sua alma; o que faz o mal receberá a devida punição nas futuras encarnações. As transmigrações da alma são detalhadamente previstas e descritas. Tanto em bem quanto em mal, até que a alma chegue à perfeita purificação e, em consequência, possa ser reabsorvida por Brahma.

E a mensagem da Adote Cia. Teatral Ator Domingos Terras:

Gosto do ar de otimismo de fim de ano, 

Da esperança renovada,

mas acredito no ditado popular que diz “Se continuarmos fazendo o que sempre fizemos, 

Continuaremos obtendo o que sempre obtivemos”. 

A pessoa que inventou essa história de ano novo era um gênio. 

Deu-nos a oportunidade de começar tudo de novo, 

De tentar fazer melhor do que fizemos no ano anterior. 

Os seres humanos têm a opção de fazer escolhas, 

Por isso precisamos aproveitar esse momento de planejar 

O novo ano fazendo as melhores escolhas, 

Aquelas que podem trazer os mais saborosos frutos para nossa vida. 

É sabido que o que colhemos é resultado do que plantamos, 

Por isso é preferível amar a odiar, perdoar a ofender, 

Compreender a discordar, sorrir a chorar. 

Assim, provavelmente, colheremos amor, perdão, compreensão e sorrisos. 

Muitas pessoas ficam esperando as oportunidades chegarem, 

Mas para ser um verdadeiro vencedor é preciso também assumir riscos, realizar. 

Claro que com cautela, sem precipitações. 

Assim no próximo final de ano comemoraremos os resultados obtidos, 

Não nos justificaremos como os perdedores fazem. 

Precisamos ver a passagem do tempo como uma conquista. 

Também é preciso não se arrepender das coisas que deixamos de fazer. 

Por isso, tome a iniciativa, não espere muito, assuma. 

Não se omita. Faça, mesmo errando. 

Domine o comodismo, aprenda com os insucessos.

 Arrisque, para conseguir algo novo. 

Seja entusiasmado com a vida, 

Acredite na sua capacidade de transformar a realidade. 

Não espere saber tudo para agir.

A própria ação desenvolve o saber. 

Passe do plano das lamentações para o plano da ação. 

Que seu final de ano seja de paz e muitas alegrias em seu coração. 

Prosperidade e muitas realizações! 

Que o divino e amado mestre JESUS te abençoe neste novo ano. 

Um Feliz e Verdadeiro Ano Novo para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *