Categorias
Heitor Freire

A Pedra Angular

A PEDRA ANGULAR
Pedra angular era o nome dado à pedra fundamental utilizada nas antigas construções, caracterizada por ser a primeira a ser assentada na esquina de um edifício, formando um ângulo reto entre duas paredes. A partir da pedra angular, eram definidas as colocações das outras pedras, alinhando toda a construção. É o elemento essencial que dá existência àquilo que se chama de fundamento da construção.
Assim, a pedra angular representa o alinhamento de toda uma obra. É o que, metaforicamente representam, para nós, cristãos, os ensinamentos de Jesus. Em Lucas 20:17, temos: “Jesus olhou bem nos olhos de cada pessoa e indagou: ‘Então, qual é o significado do que está escrito: ‘A pedra que os construtores rejeitaram, esta veio a ser a principal pedra angular’”?
“Jesus é a pedra que foi rejeitada por vós, os construtores, a qual foi posta como pedra angular. Não existe salvação em nenhum outro, pois debaixo do céu não existe outro nome dado aos homens, pelo qual possam ser salvos”. Atos 4:11
Disse Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6)
Tudo isso vem a propósito de identificarmos verdadeiramente o que Jesus representa e o que Ele ensinou a todos nós que nos dizemos cristãos. Digo “dizemos” porque muitos assim se manifestam, mas para ser de verdade, o comportamento de cada um deve, naturalmente, estar de acordo com os ensinamentos d’Ele.
Atitude é tudo o que pode definir o comportamento de um cristão verdadeiro. Os ensinamentos de Jesus foram divulgados urbi et orbi por Paulo, que quando se dirigia a Damasco para combater os cristãos, no caminho teve uma revelação que mudou sua vida e a de grande parte da humanidade, por seu legado  que se perpetuou no tempo e propagou no espaço o significado do trabalho que Jesus desenvolveu em nosso benefício.
Entre todas as Suas qualidades divinas, a que mais me impressiona é a humildade. Jesus é o Mestre dos Mestres, que deve ser devidamente reverenciado por toda Sua majestade. No entanto, sendo quem É, fez-se humano para aqui na horizontalidade nos ensinar como proceder. A humildade é a rainha das virtudes e ela está presente em cada um dos Seus atos.
Nestes tempos de perplexidade que estamos vivendo, em que todos os procedimentos estão sendo colocados em xeque, com inversão total de valores emerge soberana a majestade da presença divina de Jesus, a Sua Luz a nos indicar o caminho: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (João 14:6).
Mais do que nunca cabe a nós a prática dos ensinamentos de Jesus. Constantemente estamos todos recebendo mensagens de todas as partes, exortando-nos a uma mudança de hábitos, deixando a ignorância, arrogância, prepotência, soberba, egoísmo, e a indiferença pelas práticas do amor, da solidariedade e da caridade. Pois com essa mudança estaremos todos contribuindo para o verdadeiro despertar da humanidade e para a nossa própria evolução e libertação. O momento é este. Não podemos deixar para depois. A mudança de atitudes, seguindo a orientação de Jesus, é fundamental.
O amor, finalmente triunfará e iremos todos olhar nossos semelhantes como irmãos verdadeiros, todos, filhos de Deus, contribuindo com nossas energias para uma harmonização global. Cumpriremos o Seu mandamento divino: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos”.
Penso que devemos agradecer por estes momentos de transição porque Jesus está no comando. A pedra angular continua orientando e alinhando nossos atos. Obrigado.
Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis, advogado, membro do Instituto Histórico e Geográfico – IHG/MS.

Pedra angular era o nome dado à pedra fundamental utilizada nas antigas construções, caracterizada por ser a primeira a ser assentada na esquina de um edifício, formando um ângulo reto entre duas paredes. A partir da pedra angular, eram definidas as colocações das outras pedras, alinhando toda a construção. É o elemento essencial que dá existência àquilo que se chama de fundamento da construção.

Assim, a pedra angular representa o alinhamento de toda uma obra. É o que, metaforicamente representam, para nós, cristãos, os ensinamentos de Jesus. Em Lucas 20:17, temos: “Jesus olhou bem nos olhos de cada pessoa e indagou: ‘Então, qual é o significado do que está escrito: ‘A pedra que os construtores rejeitaram, esta veio a ser a principal pedra angular’”?“

Jesus é a pedra que foi rejeitada por vós, os construtores, a qual foi posta como pedra angular. Não existe salvação em nenhum outro, pois debaixo do céu não existe outro nome dado aos homens, pelo qual possam ser salvos”. Atos 4:11

Disse Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6)

Tudo isso vem a propósito de identificarmos verdadeiramente o que Jesus representa e o que Ele ensinou a todos nós que nos dizemos cristãos. Digo “dizemos” porque muitos assim se manifestam, mas para ser de verdade, o comportamento de cada um deve, naturalmente, estar de acordo com os ensinamentos d’Ele.

Atitude é tudo o que pode definir o comportamento de um cristão verdadeiro. Os ensinamentos de Jesus foram divulgados urbi et orbi por Paulo, que quando se dirigia a Damasco para combater os cristãos, no caminho teve uma revelação que mudou sua vida e a de grande parte da humanidade, por seu legado  que se perpetuou no tempo e propagou no espaço o significado do trabalho que Jesus desenvolveu em nosso benefício.

Entre todas as Suas qualidades divinas, a que mais me impressiona é a humildade. Jesus é o Mestre dos Mestres, que deve ser devidamente reverenciado por toda Sua majestade. No entanto, sendo quem É, fez-se humano para aqui na horizontalidade nos ensinar como proceder. A humildade é a rainha das virtudes e ela está presente em cada um dos Seus atos.

Nestes tempos de perplexidade que estamos vivendo, em que todos os procedimentos estão sendo colocados em xeque, com inversão total de valores emerge soberana a majestade da presença divina de Jesus, a Sua Luz a nos indicar o caminho: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (João 14:6).

Mais do que nunca cabe a nós a prática dos ensinamentos de Jesus. Constantemente estamos todos recebendo mensagens de todas as partes, exortando-nos a uma mudança de hábitos, deixando a ignorância, arrogância, prepotência, soberba, egoísmo, e a indiferença pelas práticas do amor, da solidariedade e da caridade. Pois com essa mudança estaremos todos contribuindo para o verdadeiro despertar da humanidade e para a nossa própria evolução e libertação.

O momento é este. Não podemos deixar para depois. A mudança de atitudes, seguindo a orientação de Jesus, é fundamental.

O amor, finalmente triunfará e iremos todos olhar nossos semelhantes como irmãos verdadeiros, todos, filhos de Deus, contribuindo com nossas energias para uma harmonização global.

Cumpriremos o Seu mandamento divino: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos”.Â

Penso que devemos agradecer por estes momentos de transição porque Jesus está no comando.

A pedra angular continua orientando e alinhando nossos atos.

Obrigado.

Heitor Rodrigues Freire – Corretor de imóveis, advogado, membro do Instituto Histórico e Geográfico – IHG/MS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *