Categorias
Heitor Freire

Muito Com Pouco

A vida como grande e verdadeira mestra da evolução nos ensina sabiamente a encontrar meios para que a nossa sustentabilidade e subsistência sejam supridas de forma suficiente com o indispensável, deixando de lado o supérfluo.
Assim os empresários modernos, que são constantemente bombardeados com tantas exigências e impostos estratosféricos, buscam com criatividade encontrar meios para fazer muito com pouco, que é hoje uma prática indispensável para quem quer progredir verdadeiramente. Essa situação implica no aprimoramento da inteligência.

E agora, nós, articulistas do Correio do Estado, nos vemos nessa contingência, ante o novo ordenamento gráfico do jornal. Não é fácil escrever um artigo com começo, meio e fim, com apenas 1404 toques. É um desafio estimulante e ao mesmo tempo gratificante, porque estou aprendendo a sintetizar melhor meu pensamento nesse espaço.
O jornal passou a valorizar o espaço disponível, utilizando com discernimento cada centímetro de coluna, proporcionando aos leitores uma leitura mais leve, agradável e concisa, alcançando com melhor proveito o seu objetivo de levar informação precisa e opinião consistente. Isso me proporcionou também a oportunidade de sair da zona de conforto, que o costume já me concedia, sacudindo-me da letargia, para melhor.
Faz parte da evolução. E vamos em frente.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *